Vale do Rio Doce minerando até terminar com tudo.

serra do Gandarela2

VALE S.A. NÃO DESISTE DE DESTRUIR A SERRA DO GANDARELA

A Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) vive hoje um momento decisivo quanto à segurança do seu abastecimento público de água; o aumento do consumo e o comprometimento, tanto em volume quanto em qualidade, dos seus principais mananciais abastecedores ameaçam não somente o fornecimento atual, mas principalmente o abastecimento futuro.

Leia o comunicado inteiro:
http://www.aguasdogandarela.org/notes/index/show?noteKey=Comunidado_-__VALE_S.A._N%C3%83O_DESISTE_DE_DESTRUIR_A_SERRA_DO_GANDARELA

A mineração, sobretudo a de minério de ferro e a céu aberto, vem destruindo muitos dos principais mananciais da Região Metropolitana de Belo Horizonte, juntamente com a paisagem e belezas naturais do principal circuito turístico de Minas Gerais. Além disso, a exploração mineral já destruiu a maior parte das áreas de cangas ferruginosas que protegem estes mananciais; as últimas áreas contínuas expressivas deste geossistema no Quadrilátero Ferrífero encontram-se na Serra do Gandarela, e sua destruição significaria um passo irreversível para a extinção deste ecossistema raro e precioso na região central de MG.

O governo de Minas Gerais assumiu o propósito de cumprir a Meta 2014, de melhoria das águas do rio das Velhas. As águas do Alto Rio das Velhas, captadas na ETA Bela Fama, entre Nova Lima e Raposos, são responsáveis pelo abastecimento de mais de 60% da água consumida em Belo Horizonte. A margem esquerda do Velhas, entre Itabirito e a região de Belo Horizonte, recebe hoje as piores águas da bacia (rios de Classes 2 e 3), enquanto a margem direita, a montante de Raposos, cujos rios vêm da região do futuro Parque, é praticamente formada por cursos de Classe 1 e Classe Especial, ou seja, os de melhor qualidade, e que assim garantem um volume de água de qualidade que minimiza o efeito das contribuições mais poluídas e serve de referência para a elevação das águas do Velhas pela qual lutamos, muito particularmente a montante da captação de Bela Fama. A implantação de grandes empreendimentos minerários na Serra do Gandarela comprometeria seriamente as nascentes de vários desses rios. Como alcançar a Meta 2014 entregando à mineração as últimas águas do trecho do alto rio das Velhas que ainda são referência de qualidade?

A importância da região da Serra do Gandarela e a criação da unidade de conservação de proteção integral proposta pelo ICMBio ultrapassam o âmbito local, ou mesmo regional, e se inserem como uma questão nacional que respalda as políticas de conservação e os tratados internacionais firmados pelo país. Essa é uma oportunidade única de dispormos de um Parque Nacional na região natural mais rica da Região Metropolitana de Belo Horizonte, beneficiando a todos – as cidades e as comunidades do seu entorno – com serviços ambientais de importância e valor incalculáveis por um período de tempo indeterminado, muito além dos poucos anos de exploração minerária – atividade econômica de maior poder predatório.

serra do Gandarela

Apesar de todas as manifestações da sociedade civil pela preservação da Serra do Gandarela e do reconhecimento da sua importância por diversas organizações sociais, cidadãos, entes federativos e também pela Justiça Estadual e Federal, a Vale S.A. não desiste de suas pretensões de minerar e destruir a região. A empresa tem feito nos últimos quatro meses sucessivas investidas junto ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), ao Ministério do Meio Ambiente (MMA), ao Ibama e à Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad), para alterar mais ainda os limites propostos para o Parque Nacional da Serra do Gandarela, diminuindo sua área de proteção e comprometendo significativamente a preservação de seu patrimônio socioambiental e hídrico.

COMO AJUDAR O GANDARELA?

Saudações, amigo(a) da Serra do Gandarela,

Sua participação faz diferença na Preservação e Criação do nosso Parque Nacional da Serra do Gandarela.

Temos algumas formas de você ajudar via web e outras pessoais, o Movimento Gandarela trabalha com a transparência e com divulgação de informação relacionada com a Preservação da Serra do Gandarela e outras causas, neste momento temos algumas ações rápidas:

1 – Cadastrando-se na nossa pagina oficial, você terá acesso a documentos oficiais, pesquisas, trabalhos científicos, futuras atividades e acesso aos álbuns e vídeos dos eventos pró-Gandarela e outros. Você poderá publicar seu próprio conteúdo no site oficial: http://www.aguasdogandarela.org/

2 – Enviar um e-mail para os responsáveis diretos pela criação do Parque Gandarela:http://www.aguasdogandarela.org/notes/Um_email_pelo_Parque_Nacional_da_Serra_do_Gandarela

3 – Participar de um de nossos eventos, sempre estamos participando de seminários e promovendo atividades nas cidades diretamente ligadas ao Gandarela.

4 – Abaixo-assinado online:http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/7030

5 – Estar conectado(a) e divulgando entre os amigos, temos algumas páginas que divulgamos conteúdo, notícias e atividades via FACEBOOK:

Movimento Gandarela
http://www.facebook.com/movimento.gandarela?fref=ts

Salvem a Serra do Gandarela
http://www.facebook.com/SalvemASerraDoGandarela?fref=ts

Movimento pela Preservação da Serra do Gandarela
http://www.facebook.com/pages/Movimento-pela-Preserva%C3%A7%C3%A3o-da-Serra-do-Gandarela/112287325519233?fref=ts

Conecte-se com a gente.
Saiba o que anda acontecendo.

Link: http://www.aguasdogandarela.org/page/como-ajudar-o-gandarela-1

fonte: https://www.facebook.com/SalvemASerraDoGandarela
em 18/0//2013 – 18:38 hs – Porto Alegre – RS – Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s