Como posso ajudar minha cidade a ter coleta seletiva?

COLETA_OK_3“Tem muitos catadores de material reciclável aqui, mas apenas as garrafas PET e as latinhas têm compradores. Os outros resíduos sólidos vão parar nos lixões”. Katia Nery Alves, Porangatu, Goiás.

Katia, a ausência da coleta seletiva não é “privilégio” apenas da sua cidade, infelizmente. O Brasil, que é o quinto maior produtor de lixo do planeta, também é um dos países que menos trata e recicla seus resíduos sólidos.

Mas nós – cidadãos e eleitores brasileiros – podemos dar um jeito nesse estado de coisas.

Como? Aproveitando que estamos às vésperas das eleições para investir nosso valioso voto em candidatos honestos e realmente preocupados com uma questão que a maioria dos políticos está se lixando, com o perdão do trocadilho: obras de saneamento básico.

Tais obras envolvem, não só a coleta e tratamento de esgotos e da água que consumimos como também a devida coleta de resíduos e seu encaminhamento para a reciclagem.

Esses políticos precisam também trabalhar pelo efetivo cumprimento da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) (veja notícias relacionadas ao tema, no final deste post). Ela instituiu o dia 2 de agosto deste ano como prazo final para a substituição dos fedidos e nocivos lixões a céu aberto por aterros sanitários decentes.

Entretanto, eles continuam a pleno vapor e recebendo toneladas de dejetos diariamente. Não só em Porangaba, como em mais de 3 300 municípios, de Norte a Sul do país.

A PNRS também prevê a implantação da coleta seletiva nas cidades, para que não só garrafas PET e latinhas de bebidas tenham valor comercial para a reciclagem. Mas é preciso que os políticos criem leis que facilitem o crescimento desse tipo de comércio.

Minha dica é vasculhar na internet até encontrar candidatos comprometidos em resolver todos esses problemas tão relevantes em qualquer país que se propõe desenvolvido.

Sugiro que você comece sua “garimpagem” pelo portal DivulgaCand 2014, disponibilizado na internet pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Está tudo lá, nos mínimos detalhes: as fichas completas de todos os candidatos a presidente da República, Governadores, Senadores, Deputados Federais e Estaduais que participam das eleições deste ano, com informações valiosas para os eleitores.

É possível até mesmo acessar suas propostas de governo para saber quem está empenhado em batalhar por um país mais limpo.

Aproveite para pressionar o prefeito e os vereadores da sua cidade para que trabalhem pela implantação da coleta seletiva e o fim dos lixões. É lei, precisa ser cumprida e você tem o direito de cobrar.

Afinal, a Política Nacional de Resíduos Sólidos também prevê que o destino correto dos resíduos sólidos é, sim, de responsabilidade de todos nós, cidadãos/eleitores.

Cadê a coleta seletiva? Afonso Capelas Jr. – 30/09/2014 às 18:07

fonte: http://planetasustentavel.abril.com.br/blog/sustentavel-na-pratica/cade-a-coleta-seletiva/?utm_source=redesabril_psustentavel&utm_medium=facebook&utm_campaign=redesabril_psustentavel_sustentavelnapratica em Porto Alegre Bom fim 23:09 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s