Velejadoras convidam políticos para “ver lixo” na Guanabara

dra5932martinegrael

Ganhadoras do Prêmio Brasil olímpico entre as mulheres, as velejadoras Martine Grael e Kahena Kunze aproveitaram o momento para tocar em um assunto que vem gerando reivindicação entre os atletas da água: a despoluição da Baía de Guanabara. E as iatistas foram além das reclamações. Elas aproveitaram para fazer um desafio às autoridades que administram o estado do Rio de Janeiro.

Martine Grael foi premiada como atleta do ano em premiação olímpica

Foto: Daniel Ramalho / Terra

“Eles estão convidados para irem lá um dia navegar com a gente e ver a situação em que se encontra água. Tem muito lixo, peixe morto. É só eles aceitarem, quando quiserem”, afirmou Martine Grael, filha do multimedalhista olímpico Torben Grael.

Na última terça-feira, cientistas do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) encontraram bactérias resistentes a antibióticos, conhecidas como superbactérias, nas águas do Rio Carioca, que atravessa diversos bairros do Rio de Janeiro. Um dos locais onde foram encontradas essas superbactérias foi a Praia do Flamengo, próximo ao local das competições de vela nas Olimpíadas de 2016. O fato gerou bastante repercussão na imprensa internacional, preocupados com os Jogos Olímpicos de 2016 na cidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s